Évora

Situada no Alentejo, a 110 km de Lisboa, Évora é uma cidade-museu, na lista de patrimônios da humanidade da Unesco. Suas origens históricas remontam ao domínio romano e atingiu sua época dourada nos séculos 15 e 16, quando se tornou residência de reis portugueses. A região de Évora é habitada desde o Neolítico. Abriga o maior monumento megalítico da Península Ibérica: o Cromeleque dos Almendres.

O domínio romano começou, em 80 aC, quando Ebora era o quartel general de Quintus Sertorius. Continuou por longo período como centro militar e posteriormente foi denominada de Liberalitas Julia, devido a privilégios concedidos por Júlio César. Remontam da época romana, o Templo Romano, a Torre de Sertório e as termas romanas.

Após a queda do Império Romano, a região foi invadida por povos bárbaros. No século 6, chegaram os visigodos, um povo germânico, que dominou grande parte da Península Ibérica. Por volta de 712, Évora foi conquistada pelos mouros, um povo árabe do norte da África, que a denominaram de Jabura.

No século 12, Évora foi conquistada pelos cristãos portugueses. Em 1159, por D. Afonso Henriques e reconquistada por Geraldo Geraldes, em 1165.

Em 303 da Era Cristã tem-se registros de um bispado em Évora, que continuou existindo durante o domínio dos visigodos. O Bispado foi reinstalado no século 12. Atualmente é a Arquidiocese de Évora.

Nos séculos 15 e 16, Évora passou a abrigar residências de reis portugueses. Em 1551, os jesuítas fundaram aqui o Colégio do Espírito Santo, transformado em universidade, em 1559, a segunda de Portugal, depois de Coimbra. Os Estudos Gerais do Colégio da Bahia seguiam os preceitos da Universidade de Évora.

Mais: Câmara Municipal de Évora

 

Portugal

 

Templo Romano, no Centro Histórico de Évora, construído no primeiro século da Era Cristã e destruído no século V.

 

Evora

 

 

Mapa Evora

 

Fonte no Largo das Portas de Moura e a Catedral, ao fundo.

 

Copyright © Guia Geográfico - Portugal Turismo Alentejo.

 

Catedral

 

Interior da Catedral de Évora, construída nos séculos 13 e 14, em estilo gótico.

 

Rates

 

Portugal Turismo

 

Turismo

 

Praça do Giraldo, construída no século 16. É uma homenagem ao conquistador Geraldo Geraldes. Era a antiga Praça Grande de Évora. Ao fundo, a Igreja de Santo Antão também do século 16.

 

 

 

Arquitetura

 

Évora

 

 

 

 

Rui Cunha, Turismo do Alentejo - ERT

 

Phillip Capper

 

Digital Signal

 

Georges Jansoone